A prospecção geofísica tem vindo a assumir nas últimas décadas um papel fundamental na arqueologia. Este método aplicado à chamada “arqueologia de prevenção” auxilia tanto os arqueólogos, como os donos de obra a prevenir situações de perigo para o património.
A aplicação da prospecção geofísica à arqueologia permite um maior controlo das áreas a intervencionar, podendo haver um conhecimento prévio da realidade arqueológica que será sondada manualmente.

Através da prospecção geofísica poderão ser encontradas situações alternativas à escavação arqueológica, tais como alterações de projectos ou desvios de traçados de grandes empreendimentos.

A melhor forma de se obterem bons resultados numa prospecção geofísica é cruzar a informação obtida através das diversas técnicas disponíveis, de forma a colmatar reciprocamente as falhas de cada um dos métodos utilizados.

Para esse efeito a CRIVARQUE dispõem, para trabalhos de prospecção geeofísica, dos seguintes métodos: georadar e resistividade eléctrica.

O método de prospecção geofísica por georadar é baseado na propagação de ondas electromagnéticas. Em modo biestático, é emitida uma onda para o subsolo e posteriormente recebida por um receptor. A onda é difractada e reflectida, identificando fenómenos anómalos no subsolo que são posteriormente interpretados e associados a níveis, objectos difractores, etc.
A frequência das antenas pode variar e a sua escolha é realizada em função do tipo de alvo e da profundidade de investigação desejada.
É ideal para a detecção de estruturas de combustão ou estruturas negativas que se apresentem preenchidas com matéria orgânica, tais como fossas, fossos ou silos.
Este método não deve ser utilizado em solos com uma condutividade alta.

Ao nível da arqueologia o método da resistividade eléctrica apresenta-se favorável à detecção de zonas com uma resistividade contrastante, ou seja, é ideal para a detecção de estruturas positivas tais como muros e pavimentos - pelo facto destes apresentarem uma maior resistividade e à detecção de estruturas negativas, de menor resistividade.
Este método não deverá ser utilizado em locais onde se encontrem postes ou cabos de alta tensão ou que tenham um tráfego intenso.